Voltar

Jogos mais esperados de 2013

Em Jogos | 02/02/2013 20:30
Ni No Kuni2013: um ano de muitas aventuras gamísticas!

Não há como negar: todos os anos há pelo menos uma dezena de jogos que valem à pena jogar. E não importa quaisquer promessas de aquisição de menos jogos ou mesmo de passar um menor tempo diante da TV: até o final do ano, sempre acabamos por adquirir - e tentar jogar, dadas as circunstâncias de ser adulto, para aqueles que já passaram dos 20 e poucos anos - um (de fato, mais de alguns!) dos grandes títulos que surgem a cada ano.

De minha parte, eis os títulos que me fazem acreditar em 2013 como um ano muito mais fantástico do que seu número cabalístico possa querer insinuar:

Metal Gear Solid: Ground Zeroes (PC/PS3/Xbox 360)

Metal Gear Solid é uma das franquias mais respeitadas por minha pessoa, a qual venho acompanhando com afinco desde sua triunfal versão de PSOne no longínquo ano de 1998 - e o gameplay acima apenas comprova a grandiosidade da franquia de Hideo Kojima.

Lançamento: reza a lenda que no quarto trimestre de 2013

Beyond: Two Souls (PS3)

David Cage é um game designer que busca sempre ir além dos paradigmas estabelecidos no mundo dos jogos. Seus projetos são únicos e inovadores, trazendo um sopro de renovação como não se costuma ver no mercado de games. E, com Beyond, Cage promete mesclar espiritualidade com toda a ação cinematográfica que lhe é marca registrada. Com certeza um título marcante de 2013.

Lançamento: 25/05

The Witness (PC)

Jonathan Blow, assim como David Cage, é um game designer ímpar, com uma visão irrestrita para novas formas de gameplay e storytelling. E se The Witness for apenas metade do que Braid foi, tem-se aí mais uma obra-prima em formato de videogame.

Lançamento: possivelmente em 2013

Watch Dogs (PC/PS3/Xbox 360)

Depois do vídeo de gameplay apresentado na E3 2012, Watch Dogs tornou-se automaticamente um dos títulos mais esperados de 2013.

Lançamento: talvez em 2013

Bioshock Infinity (PC/PS3/Xbox 360)

O Bioshock original inovou ao trazer um gameplay sólido, com uma trama inteligente em um universo crível construído a partir de uma direção de arte primorosa. Bioshock Infinity segue este mesmo caminho, e além.

Lançamento: 26/02

Tomb Raider (PC/PS3/Xbox 360)

Apesar de a franquia ter passado por altos e baixos ao longo de seus mais de 15 anos, sempre fui um apreciador das explorações acrobáticas de sua heroína Lara Croft. E este reboot, que promete uma trama séria com gameplay renovado, tem todos os ingredientes para não decepcionar. Que assim seja!

Lançamento: 05/03

The Last of Us (PS3)

Jogos pós-apocalípticos sempre me atraem. Some-se a isso algum tipo de doença zumbística com a direção de arte do grande estúdio Naughty Dog e tem-se um forte candidato a jogo do ano.

Lançamento: 07/05

Devil May Cry (PS3/Xbox 360)

A demo simplesmente vendeu-me o jogo. Gameplay ágil, visuais embasbacantes e um personagem franzinamente badass.

Lançamento: 15/01

Metal Gear Rising: Revengeance (PS3/Xbox 360)

Uma espécie de de Bayonetta no universo de Metal Gear, diferenciando-se daquele principalmente por seu excelente sistema de corte com espadas (pois em termos de protagonistas ambos são femininos!!!) Ainda que Raiden possa não ser o personagem mais amado da franquia (de fato, ele se redimiu - um pouco - após sua boa participação em Metal Gear Solid 4), não há como negar que o jogo é divertido. MUITO divertido.

Lançamento: 19/02

Dead Island: Riptide (PS3) (PC/PS3/Xbox 360)

O primeiro Dead Island foi uma espécie de Borderlands com zumbis que permeou horas e horas de meus dias com seu excelente gameplay cooperativo e suas muitas formas de trucidar mortos vivos. Se Riptide apenas repetir a dose, já estarei muito feliz.

Lançamento: 23/04

Dead Space 3 (PS3) (PC/PS3/Xbox 360)

Ainda que Dead Space 2 tenha sido apenas bom, a possibilidade cooperativa traz novamente à tona o desejo de fatiar alguns Necromorphs.

Lançamento: 05/02

Ni No Kuni: Wrath of the White Witch (PS3) (PC/PS3/Xbox 360)

JRPGs andam bem escassos ultimamente. E esta parceira da Level-5 com o respeitado estúdio de animação Ghibli é um refresco para (nós) fãs do gênero.

Lançamento: 22/01

Amnesia: A Machine for Pigs (PC/PS3/Xbox 360)

Amnesia: The Dark Descent é um dos jogos de terror mais fantásticos que já pude apreciar. Considerando o bom histórico de sustos da Frictional Games, não há de se duvidar que A Machine for Pigs figure entre meus top 10 games assustadores de todos os tempos.

Lançamento: talvez em 2013

République (iOS/PC)

Se eu pudesse escolher apenas um título a ser lançado através de todo o alarde gerado pelo Kickstarter, este seria République. Um ótimo conceito com belos gráficos em universo distópico que sempre me agrada. Aquisição certa!

Lançamento: em 2013

Metro: Last Light (PS3) (PC/PS3/Xbox 360)

Metro 2033, título de 2010, pode não ter tido o sucesso merecido, mas com certeza foi um grande game. Last Light, que aparenta expandir ainda mais o interessante universo do original, será um boa novidade no mercado tão repetitivo de jogos de tiro em primeiro pessoa - isso se todos os problemas com a falência de sua publisher, THQ, não apagarem de fato sua luz.

Lançamento: em 2013

LEGO City Undercover (3DS/Wii U)

Como fã de LEGO, não poderia deixar de ficar fascinado com este GTA construído com bloquinhos.

Lançamento: 01/03

Remember Me (PC/PS3/Xbox 360)

Uma espécie de Inception cyperpunk que mistura o visual de Deus Ex com as acrobacias de Asssassins Creed.

Lançamento: segundo trimestre de 2013

GTA V (PS3) (PC/PS3/Xbox 360)

GTA é sempre GTA: polêmico, violento, divertido.

Lançamento: segundo trimestre de 2013

Aliens: Colonial Marines (PC/PS3/Xbox 360)

Aliens é uma franquia que possui todos os elementos para gerar ótimos jogos. E nas mãos da Gearbox, situando o jogo no período pós Alien 2, não há como se esperar menos.

Lançamento: 12/02

Pokemon X & Y (3DS)

Pode anotar: será o grande system seller de 2013 e, se a Sony não se precaver, o prego que faltava no caixão do fabuloso, porém ignorado, PS Vita.

Lançamento: quarto trimestre de 2013

Ao Infinito e Além

Se os poucos mais de 15 títulos nesta lista ainda não forem suficientes para preencher um ano todo com jogatinas diárias, ainda temos em 2013 possíveis anúncios de novos consoles e outros tantos games AAA os quais nem imaginamos já estar em produção. Isso sem contar os vários ótimos títulos independentes que são lançados sem muito alarde a cada semana, que igualmente merecem nossa atenção.

Ainda que o mercado de consoles possa estar em leve declínio, contra uma coisa nós gamers não poderemos argumentar em 2013: jogos. O ano promete games para todos os gostos, credos, anseios e orçamentos.

E para você, quais são seus jogos mais esperados de 2013?

Comentários Ainda não foram postados comentários
Comentar
Campos marcados com * são obrigatórios. Seu e-mail não será exibido.
*
*
*
Captcha *
CATEGORIAS AO TOPO E ALÉM LUGARES PARA IR
Topo

“Early success is a terrible teacher. You’re essentially being rewarded for a lack of preparation, so when you find yourself in a situation where you must prepare, you can’t do it. You don’t know how.” - Chris Hadfield